Gama Ceed recebe tecnologia mild-hybrid 48 V e nova caixa de velocidades manual inteligente

A Kia Motors introduziu o sistema motopropulsor semi-híbrido (MHEV) EcoDynamics+ 48 V diesel em toda a gama Ceed. Estas versões passam assim a estar disponíveis nos Ceed (hatchback de cinco portas), Ceed Sportswagon, ProCeed (shooting brake de cinco portas) e XCeed (crossover urbano).

A EcoDynamics+ vem tornar ainda mais eficientes os consumos do motor diesel de 1,6 l “Smartstream”, diminui as emissões de CO2 e reduz os custos de utilização. O novo grupo motopropulsor é disponibilizado com versões de baixa e alta potência, oferecendo 115 e 136 cv respetivamente (ProCeed disponível apenas com motor de 136 cv).

A implementação desta nova tecnologia semi-híbrida na família Ceed permite uma diminuição das emissões de CO2 de cerca de 5 a 10 % (NEDC 2.0, ciclo combinado), consoante a carroçaria, caixa de velocidades, potência do motor e especificação do veículo. Importante ainda destacar que, embora a adoção da tecnologia MHEV permita poupar combustível, as prestações do veículo mantêm-se as mesmas.

Os modelos Kia Ceed, Ceed Sportswagon, ProCeed e XCeed com a tecnologia MHEV EcoDynamics+ diesel são fabricados na unidade europeia da marca, em Žilina (Eslováquia). Atualmente já disponíveis em muitos países europeus, todos os modelos EcoDynamics+ oferecem a garantia que só a Kia disponibiliza, de 7 anos ou 150 000 quilómetros.

 

MHEV EcoDynamics+ diesel, com modos de “motor de combustão” e “gerador”

O grupo motopropulsor MHEV do Ceed conjuga o motor “Smartstream” de 1,6 litros (a motorização diesel mais limpa alguma vez produzida pela Kia) com o sistema EcoDynamics+ 48 V MHEV, maximizando a economia de combustível graças à assistência elétrica ao binário.

O sistema EcoDynamics+ foi concebido para oferecer consumos de combustível mais eficientes por parte dos motores de combustão, sendo que a ativação e a recuperação da energia elétrica são feitas de forma impercetível. Esta novidade suplementa a aceleração com a potência fornecida por uma bateria de polímero de iões de lítio de 48 V, e prolonga o “tempo desligado” do motor com um novo Gerador de Arranque Semi-Híbrido (MHSG).

Este último está ligado à cambota do motor por uma correia, e comuta impercetivelmente entre os modos “motor elétrico” e “gerador”. No modo “motor elétrico”, o MHSG oferece um reforço de energia elétrica à aceleração, para diminuir a carga do motor e as emissões. Quando o veículo desacelera, este gerador tem a capacidade de, em determinadas circunstâncias, comutar para o modo “gerador”, recuperando então energia da cambota para recarregar a bateria.

O motor “U3” de 1,6 litros CRDi (injeção direta common rail) recorre à tecnologia de redução catalítica seletiva (SCR) para o controlo ativo das emissões, restringindo-as significativamente. Este motor produz menos dióxido de carbono, partículas e NOx se comparado com as anteriores motorizações diesel da Kia. O “U3” 1,6 l CRDI está disponível nas versões de 115 e 136 cv.

 

Caixa de velocidades manual inteligente “clutch-by-wire”: ainda mais economia

O Ceed é também um dos primeiros modelos Kia na Europa a usufruir da nova caixa de velocidades manual inteligente (iMT), que equipa exclusivamente os modelos semi-híbridos EcoDynamics+. O sistema “clutch-by-wire” contribui para aumentar a economia de combustível e diminuir as emissões de CO2 do sistema MHEV, mantendo o comando tradicional de uma caixa de velocidades manual convencional.

Em vez de recorrer a ligações mecânicas, a embraiagem da iMT funciona de forma exclusivamente eletrónica e integra-se impercetivelmente no grupo motopropulsor EcoDynamics+. Quando o veículo abranda para parar, esta caixa de velocidades conjuga-se com o gerador semi-híbrido (MHSG) para desligar o motor mais cedo do que o sistema de paragem e arranque Idle Stop & Go. No modo de condução “Eco” (predefinido do Ceed), permite também breves períodos de marcha por inércia com o motor “desligado” a velocidades inferiores a 125 km/h, “ligando” novamente o motor de forma impercetível quando o condutor carrega nos pedais do acelerador ou da embraiagem. O sistema consegue também melhorar a economia de combustível geral do veículo e reduzir as suas emissões de CO2 em cerca de 3% em condições de utilização real.

A mudança selecionada mantém-se engrenada mesmo com o motor desligado, e o motor liga-se na mesma mudança assim que o condutor prime ou o pedal dos travões ou o pedal do acelerador, graças à energia então fornecida pelo MHSG. No entanto, se o condutor carregar no pedal da embraiagem para engrenar outra mudança, ou se a velocidade do veículo for demasiado baixa para a mudança atual, o motor é reiniciado em ponto-morto (com a embraiagem aberta).

 

Menos emissões de CO2 e menos despesas com combustível para os condutores

O novo grupo motopropulsor semi-híbrido EcoDynamics+ diesel contribui para um menor consumo geral de combustível e custos de utilização mais baixos nos modelos Ceed, Ceed Sportswagon, ProCeed e XCeed.

As emissões de CO2 dos modelos EcoDynamics+ Ceed e Ceed Sportswagon ficam-se por 96 g/km quando equipados com iMT, e 99 g/km com a opcional caixa de 7 velocidades de dupla embraiagem (7DCT) (ciclo combinado, NEDC 2.0)*. Estas cifras representam uma melhoria de 5,0% e 9,2%, respetivamente, em comparação com o motor “Smartstream” 1,6 l diesel sem tecnologia semi-híbrida de 48 V. No caso do ProCeed, os valores de emissões combinados são de apenas 103 g/km se equipado com iMT e de 104 g/km com 7DCT – uma melhoria de 7,2 % e 6,3%, respetivamente. Por seu turno, o XCeed apresenta emissões combinadas de 101 g/km (iMT) e 108 g/km (7DCT), uma melhoria de 7,3% e 6,1%, respetivamente.

 

Clique aqui para saber mais sobre os dados de Eficiência e emissões – EcoDynamics+ 1,6 l “Smartstream” diesel semi-híbrido*

 

 

Nota:

*Consumo de combustível e emissões: a autonomia é calculada utilizando o WLTP (Procedimento Mundial Harmonizado de Testes para Veículos Ligeiros), com posterior conversão dos dados para o NEDC (Novo Ciclo de Condução Europeu) 2.0.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin